10 curiosidades sobre Elis Regina!

17 março 2017,   By ,   0 Comments

O que falar de Elis Regina Carvalho Costa, mais conhecida como Elis Regina ou para os críticos, “maior cantora brasileira”? Com uma grande extensão vocal e uma dramaticidade incrível nos palcos, Elis alcançou o estrelato após cantar o hino “Arrastão”, no festival TV Excelsior, em 1965, e não parou mais.

Praticamente uma camaleoa musical, a cantora de “Falso Brilhante” já cantou MPB, bossa nova, samba, pop, rock e até Jazz, ajudou a construir carreiras, como a do Milton Nascimento, Ivan Lins e João Bosco, que eram pouco conhecidos na época.

Mas o post de hoje não será sobre a espetacular história da cantora, e sim sobre curiosidades e fatos sobre a sra. Regina que apenas os mais fervorosos fãs sabem. Vamos lá?

1- Tom Jobim disse “Não” para Elis durante a audição do disco “Pobre Menina Rica”, em 1964. 10 anos depois eles gravaram o histórico “Elis & Tom”.

2- Elis tinha diversos apelidos: Pimentinha, Furacão, Baixinha e Elis-cóptero, dado pela sua amiga Rita Lee.

3- Após sua morte, foi encontrada sua agenda de 1982, contendo anotações sobre o novo disco que a cantora preparava com músicas de Milton e Tom Jobim. :/

4- Ela tinha apenas 1,53 metros de altura.

5- A tour do álbum “Falso Brilhante”, de 1976, teve 257 apresentações com um total de 280 mil pessoas, gastos de 560 milhões de cruzeiros e bilheteria de 8 bilhões de cruzeiros. Tudo isso em apenas 14 meses em cartaz. Dados impressionantes para a época.

6- Elis foi a homenageada da noite na oitava edição do Prêmio da Música Brasileira, em 1995!

7- Após se apresentar no Festival de Jazz de Montreux, na Suíça, em 1979, Elis ficou conhecida entre os críticos europeus como “a nova Ella Fitzgerald”. Apelido que emocionou muito a cantora, que tinha Ella como uma das suas maiores inspirações.

8- Milton Nascimento revelou que Elis era sua maior musa inspiradora e que só fazia músicas pensando nela. Após sua morte, Nascimento revelou que sonhou com a cantora todos os dias durante um tempo.

9- A conceituada cantora Björk revelou que Elis foi uma das suas grandes inspirações e até escreveu uma canção para ela, intitulada de “Isobel”. Quando veio ao Brasil, a islandesa chorou ao conhecer o filho de Elis.

10- Em 1976, quando Rita Lee foi presa por porte de maconha, Elis enviou uma carta para ela, destruindo todos os rumores de rivalidade entre as cantoras. O engraçado da história é que as duas não se conheciam ainda, mas após o ocorrido elas cantaram juntas no especial da TV Bandeirantes, no mesmo ano, a convite de Elis.