Tom: ‘O Rio é um lugar encantado’

27 Fevereiro 2013,   By ,   0 Comments

“O Rio de Janeiro é um lugar encantado. Um lugar paradisíaco. Mar e praias maravilhosas de areia fina, águas azuis de temperatura perfeita e maravilhosa, cercado de montanhas cobertas de floresta com orquídeas, micos, esquilos e uma quase infinita  variedade de pássaros, passarinhos e passarões.” Tom Jobim sempre foi um apaixonado pelo Rio.  A cidade foi uma de suas musas. E na semana do seu aniversário – comemorado no dia 1° de março –  é tempo  de relembrar  – em cinco momentos – a paixão de Tom.

“Corcovado”, 1960
Letra e música de Tom, a música foi gravada pela primeira vez por João Gilberto, no álbum  “O amor, o sorriso e a flor”.


“Samba do Avião”, 1962
“Minha alma canta/ Vejo o Rio de Janeiro/ Estou morrendo de saudade”. Música e letra de Tom, de 1962. Que carioca não cantarolou a música uma vez na vida ao voltar de viagem?  O samba nasceu por causa de uma certa fobia. “O medo de avião quase impediu Tom de participar do espetáculo no Carnegie  Hall (em Nova York) Na véspera da viagem, o artista acabou convencido a embarcar pelo escritor Fernando Sabino, que foi à casa dele especialmente para tratar do assunto. ‘Você garante que o avião não vai cair, Fernando?’, perguntou. ‘Garanto’, respondeu o cronista. ‘Então eu vou’”, conta Sérgio Cabral . Foi na volta que compôs o clássico.

O filme “Copacabana Palace”, 1962
Uma produção franco-italiana rodada no Rio de Janeiro. Tem participação de Tom e João Gilberto, entre outros nomes da bossa nova. E a cidade é mostrada em Technicolor. Confira dois trechos com a participação de Tom, dando uma de ator.

 

 

“Ela é Carioca”, 1963
Que jeito melhor do que conhecer uma cidade senão através de suas mulheres? Este  é mais um clássico da bossa nova, com letra de Vinícius de Moraes e música de Tom.

E por último, uma destas raridades do Instituto Tom Jobim. Anotações de Tom Jobim sobre a cidade! Clique e se emocione!

390