Céu de estrelas

23 maio 2014,   By ,   0 Comments

Neste 23 de maio, completam-se 106 anos do nascimento do Rei da Seresta. Sílvio Caldas foi um dos maiores cantores da história da música brasileira e, como compositor, criou um clássico: “Chão de Estrelas”, em parceria com Orestes Barbosa.

Dono de uma voz potente, de timbre muito pessoal, gravou os grandes autores de sua época, como Ary Barroso, Noel Rosa, Wilson Batista, Custódio Mesquita, Bororó, Herivelto Martins, Braguinha e Joubert de Carvalho. Deu vida a sambas e valsas, mas ficou para sempre lembrado como seresteiro, o intérprete das canções românticas.

Foi Sílvio Caldas quem ensinou a cantora Maysa a tocar violão. E no ano em que foi homenageada pelo Prêmio da Música Brasileira (em sua terceira edição, realizada em 1990), uma das imagens marcantes exibidas no telão foi justamente a da interpretação que ela deu a “Chão de Estrelas”.

Sílvio, Maysa e Orestes: três astros inesquecíveis.