8 fatos que você provavelmente não sabia sobre Tom Jobim!

09 maio 2017,   By ,   0 Comments

Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, mais conhecido como Tom Jobim, é considerado por muitos o maior expoente de todos os tempos da música popular brasileira. Praticamente um dos criadores da bossa nova, o musicista levou a nossa cultura e beleza para o mundo, literalmente, realizando parcerias com vários outros artistas consagrados e traduzindo seus trabalhos para outras línguas, nas quais são lembradas até hoje.

Mas no post de hoje do PMB, não vamos relembrar a história dessa lenda da música brasileira, e sim alguns fatos curiosos sobre Tom. Vamos lá?

1 – Que o Tom Jobim foi compositor, cantor, maestro, pianista e violinista você já sabe. Mas o primeiro emprego dessa lenda foi de vendedor de churros.

2 – Muitos falam que o hino “Garota de Ipanema”, um dos maiores hits de Tom é a música mais tocada no mundo, nos últimos 50 anos. Já outros, que é a segunda música mais executada no planeta, perdendo apenas para “Yesterday”, dos Beatles. Qual informação é a correta? Não sabemos. Mas temos uma certeza: essa canção é um sucessos sem igual.

3 – Mais uma curiosidade sobre “Garota de Ipanema”: existem mais de 170 versões da música pelo mundo. Vale destacar que Frank Sinatra, Madonna e Amy Winehouse tem as suas.

4 – O maestro era viciado na natureza e amava com todas as suas forças o Rio de Janeiro. O que não é difícil de perceber, já que a cidade maravilhosa era citada com frequência em suas músicas.

5 – Uma das suas músicas mais famosas, chamada “Luiza”, foi inspirada na atriz Vera Fischer, e foi feita para a novela “Brilhante”, da Globo.

6 – O apelido “Tom” surgiu de uma canção de ninar, em francês, que sua mãe, Nilza, cantava para ele quando era pequeno: “Ma Vie s’en Va Ton Guerre, Ton, Ton, Ton”. Suas irmãs, na brincadeira, começaram a chamá-lo assim e o apelido pegou.

7 – Em 1960, a pedido do Juscelino Kubitschek, a dupla Vinicius de Moraes e Tom Jobim passaram 10 dias em Brasília na criação do poema sinfônico, e de brinde, no meio desse brainstorm musical veio “Água de beber”. Obrigado, Juscelino!

8 – Tom tem um Oscar, ou quase um! O músico é o responsável pela trilha sonora da peça e filme “Orfeu do Carnaval” / “Orfeu Negro”, que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro, em 1960.