Música e poesia

26 setembro 2014,   By ,   0 Comments

O compositor Itamar Assumpção disse, em uma de suas canções, que tinha duas namoradas: a música e a poesia. Elas vivem, de fato, nesse clima de flerte. Por isso não é estranho que, vez ou outra, grandes poetas transponham a fronteira tênue que separa esses dois universos.

Paulo Leminski foi da poesia e da canção, assim como José Carlos Capinam, Vinícius de Moraes e outros tantos. E mesmo quando os poetas não se aproximam voluntariamente da música, haverá quem os corteje. Foi assim, por exemplo, com Carlos Drummond de Andrade, cujo poema “Canção Amiga” foi lindamente musicado por Milton Nascimento.

Outubro marca o aniversário de Drummond, que nos deixou há 27 anos. E também o de Milton. As obras desses dois grandes artistas estão aí para a eternidade. E “Canção Amiga” os unirá para sempre. Porque poesia e música convivem, enamoradas, desde que o mundo é vasto mundo.