A grande festa, e a homenagem a Noel Rosa

20 junho 2011,   By ,   0 Comments

Onde você poderia assistir a uma reunião de músicos que tivesse Ivete Sangalo, Lenine, Marisa Monte e Wilson das Neves? Este encontro acontecerá no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A festa do Prêmio da Música Brasileira reunirá feras que cantarão um repertório com músicas de Noel Rosa. Conheça todos os convidados e o que cada um cantará.

Ivete Sangalo

A baiana mergulha no samba em um clássico de Noel Rosa: “Palpite Infeliz”. Uma música que tem como pano de fundo a rixa de Noel com Wilson Batista.

37

Lenine e Luisa Maita
Lenine canta ao lado da novata Luisa Maita as poéticas “As pastorinhas”, “O orvalho vem caindo” e “Pierrot Apaixonado”.

Escute “As pastorinhas”, por Elizeth Cardoso:

“O orvalho vem caindo”:

 

E “Pierrot Apaixonado”:

 

38

Paulinho da Viola e Beatriz
Um encontro de gerações: pai e filha cantarão juntos “De babado” e “Feitiço da Vila” – uma declaração de amor de Noel Rosa à Vila Isabel.

Escute a clássica “Feitiço da Vila”, por Orlando Silva:

 

39

Dori e Nana Caymmi
Outro encontro familiar. Os irmãos sobem ao palco juntos para interpretar “Três apitos” e “Último desejo”.

“Três Apitos”, por Aracy de Almeida:

 

40

Marisa Monte
Marisa não poderia deixar de cantar um clássico do samba. Ela interpretará a bela “Feitio de Oração”.

41

Zizi Possi
A cantora também está no time de divas que cantarão Noel no palco do Theatro Municipal. Ela é a intérprete de “Pela Décima Vez”, um dos sambas compostos pouco antes da morte de Noel.

42

Yamandu e Hamilton de Holanda
Duas feras da música instrumental se reúnem para executar “São Coisas Nossas”, uma ode ao samba.

 

43

Zélia Duncan e Tulipa Ruiz
Outro encontro inédito no prêmio. Zélia e
Tulipa vão cantar juntas “O x do problema” – uma canção consagrada na
voz de Aracy de Almeida, uma das principais intérpretes de Noel – e
“Quando o samba acabou”.

44

Wilson das Neves e Tantinho
A dupla fica com as irreverentes “Com que roupa” e “Conversa de Botequim”. Conta-se que “Com que roupa”, uma das músicas mais conhecidas de Noel, teria uma história inusitada: a mãe de Noel teria escondido as roupas do filho para que ele não saísse com os amigos. E “Conversa de Botequim” é o hino da boemia!